Irmãos
4 de 5
Créditos
» Skin obtenido de Captain Knows Best creado por Neeve, gracias a los aportes y tutoriales de Hardrock, Glintz y Asistencia Foroactivo.
» Agradecemos a Mayu Amakura, administradora do Lotus Graphics, por todo o auxilio com o CSS.
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::
Recursos
8 de 12
Parceiros
10 de 45

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 27/8/2019, 16:07

Life's For The Living

Essa RP se passa em Kinvarra, Galway, IE. A noite cai em uma praia cinzenta perto da casa dos pais dos irmãos Davies por volta das 18hrs, e o tempo estava esfriando, porém sem chance de chuva. O reencontro dos irmãos se passa no passado, mais ou menos dois meses atrás.

Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 27/8/2019, 16:07

life's for
the living
Well grey clouds wrapped round the town like elastic Cars stood like toys made of Taiwanese plastic The boy laughed at the spastic dancing around in the rain
Kinvarra, Galway, Ireland06:15pm

A noite caía na cidade de Kinvarra,

reforçando o tempo frio conforme a escuridão esticava seus dedos pelo firmamento. Com os últimos raios de sol dançando nas íris verdes, o Davies mais velho avançava sobre as areias cinzentas da praia irlandesa. Os coturnos negros compactavam o terreno erodido com dificuldade, o forçando a um ritmo de marcha mais lento que o usual. Ao seu lado, o irmão mais novo também parecia ter seus próprios problemas com a navegação naquele tipo de terreno. Um suspiro escapou pelas narinas do Kill quando a figura de seu maninho adentrou sua visão periférica. O Henry havia perguntado se ele não queria passear, conversar um pouco.

Parando ao chegar perto de um aglomerado de pedras , Galahad sentou nelas, se virando para o familiar. O cilindro branco do cigarro foi levado aos lábios, tendo a fumaça gerada sorvida lentamente pela boca e expirada pelas narinas. A ação foi realizada duas vezes antes que o loiro finalmente falasse algo. — Chefe das Leis Mágicas, huh? — As palavras saíram com a intenção de demonstrar seu orgulho, ainda que ele duvidasse ter conseguido. Desde o incidente, suas emoções se tornaram um conjunto reduzido de neutralidades. Ele continuou. — Não fiquei surpreso ao saber. Você tem um grande futuro pela frente,
deartháir beagmaninho
.


Assim que as palavras escaparam de si, as esferas verdes de Killian capturaram um grupo de albatrozes que voejavam ali perto. Ao fundo da dança do bando de aves, a imensidão líquida que era o oceano, lançava ondas preguiçosas em direção a costa. Uma cena que o ex-Auror nunca se cansava de ver. “A magnificência da natureza.” Piscando, o loiro voltou a encarar o Jean,  o cigarro voltando a ser levantado em direção aos lábios enquanto ele esperava o grande motivo de não poderem conversar fosse o que fosse na frente dos pais.


Killian | “Thoughts.” |
HoverHovered
| Spells | Henry
WR
Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Henry Jean Davies em 27/8/2019, 19:36

A chance to start over
And rewrite an ending or two;
WORDS: 486 WITH: Killian Galahad Davies
O vento forte e frio bagunçava os cabelos do jovem Henry enquanto marchava com dificuldade ao lado de seu irmão mais velho na praia próxima à casa dos pais na cidade de Galway. Talvez caminhar à beira mar com a noite caindo não tivesse sido uma boa ideia, mas o mais novo não teve opção a não ser chamar o irmão para dar um passeio. Precisavam conversar direito, visto que todos os seus últimos contatos não passavam de um "ei, o que está fazendo?" por parte de Henry. Tinha medo de tocar no assunto e acabar abrindo uma ferida que precisava cicatrizar. Isso sem contar o fato de que o ministerial achava mais fácil lidar com o irmão quando sozinhos, sempre — nem tanto — tiveram uma ligação forte e bem estabelecida. Além disso, os pais dos garotos Davies eram tomados por certa euforia toda vez que o assunto era o mundo mágico. Christa, a mãe, dizia sentir falta de quando ia ao Beco Diagonal fazer a compra dos materiais dos filhos quando crianças. Assim sendo, o melhor era mesmo se afastar para conversar.

Depois de caminhar por um tempo, Kill sentou-se em um aglomerado de pedras escuras e ascendeu um cigarro. Henry deixou escapar um riso fraco e amarelo, sem mostrar os dentes, não havia clima para demonstrar auto-satisfação. — Não é o máximo? — A pergunta soou retórica, ainda que, internamente, ele gostaria que o irmão fizesse algum comentário a respeito. Tomou um lugar ao lado do mais velho, sentando-se na pedra fria e negra que fez seus pelos arrepiarem por baixo do casaco cinza. — Até eu fiquei surpreso quando fui promovido. — Dessa vez o riso foi sincero, ainda que murcho. Henry não sabia lidar com esse tipo de situação, mas precisava. A princípio quis deixar Killian viver o luto para superar, podia imaginar a dor de perder quem ama apesar de nunca ter passado por isso. Contudo, o irmão já estava afastado de tudo a mais de um ano, morando na casa dos pais naquela cidade trouxa. Estava na hora de reagir.

— Nós dois temos. — Encarou as ondas tentando tomar coragem para iniciar, de fato, a conversa. Havia ensaiado mil vezes em seu apartamento em Londres, tinha três possíveis roteiros da conversa em sua mente e não conseguia colocar nenhum em prática. Após algum tempo observando as ondas quebrando no mar para evitar o olhar do mais velho, respirou fundo e começou. — Eu só quero saber como você tem se sentido. — Seu tom de voz era calmo, preferiu não ir direto ao ponto. Tinha a sensação de caminhar para dentro de um ninho de dragões, fazia tempo que não tinha contato tão íntimo com o irmão e temia que ele não fosse mais o mesmo. — Sabe, Kill, eu sinto sua falta. — Colocou uma de suas mãos sobre o joelho do irmão e deixou que o sorriso fraco mas sincero marcasse sua face outra vez.
Henry Jean Davies
Henry Jean Davies
Chefe de Depart. MM Inglês
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 27/8/2019, 22:38

life's for
the living
Well grey clouds wrapped round the town like elastic Cars stood like toys made of Taiwanese plastic The boy laughed at the spastic dancing around in the rain
Kinvarra, Galway, Ireland06:19pm

Uma corrente de ar frio perpassou os irmãos Davies,

arrancando um suspiro mental do mais velho. Ele adorava aquele clima, quanto mais cinza e frio melhor. As palavras do irmão mais novo voltaram a atrair seu foco. Os lábios finos se tencionaram ao redor do cigarro, enquanto uma sombra cruzava seu pensamento. A muito tempo Galahad deixara o ideal de um “grande futuro” de lado, primeiramente por ter pensado encontrar a razão para se ter um futuro, sem preocupação se ele seria grandioso ou não, pois o importante era a companhia. A segunda vez foi pelo exato oposto, a perda de tal razão. ”Melhor não ir por esse caminho.” Ele suspirou.

As íris cor de grama escorregaram pela paisagem, absorvendo a paz implícita no escurecer do horizonte e nas águas plácidas em seu movimento de vai e vem, finalizando seu trajeto sob o homem ao seu lado. Fazia tanto tempo que não se viam de verdade, que quando o mesmo apareceu na porta da casa dos pais ele quase o tomou por um estranho. Kill imaginava que aquilo fosse primordialmente culpa sua, Merlin era prova quantas vezes o irmão tentou estabelecer um contato e ele apenas fugiu. Até mesmo nas vezes que ele visitava-os, ao invés de encará-lo, de se deixar sobre ouvir as notícias do mundo mágico, ou de meramente procurar saber como seu maninho estava, a única coisa que fazia era se fechar em seu quarto e conversar o mínimo possível para soar educado. “Sempre se superando no quesito egocentrismo, huh?!”

Suspirando novamente, o sonserino tragou mais uma vez o cigarro, os olhos se focando no horizonte numa tentativa de controlar seus pensamentos. —  Eu só quero saber como você tem se sentido. — As palavras do menor foram recebidas por um levantar de sobrancelha de Killian. Ele conseguia sentir a tensão que corroia o corvino, uma sensação como se algum grande peso se colocasse sobre seu âmago, algo que poderia se tornar sufocante se não fosse tomado cuidado. — Estou bem. — A curta frase causou o trincar de seu próprio maxilar. A resposta vaga era a única que ele oferecia para qualquer um que perguntasse, no entanto o ministerial não era qualquer um. “Ele merece uma resposta, uma de verdade.” Durante alguns minutos Galds cogitou dizer algo mais, falar tão verdadeiramente com o irmão como o mesmo fazia, como eles faziam anos antes. No entanto ele demorou demais.

O Davies mais novo voltou a falar, o ar de honestidade preenchia o tom e o sorriso do moreno. Os olhos castanhos brilhavam com alguma forma de esperança, talvez até mesmo um pedido, algo que não se precisava ler pensamentos para entender. Um pequeno sorriso se formou nos lábios do ex-auror, e em uma tentativa de demonstrar descontração, ele empurrou de leve o outro rapaz com seu ombro. — Eu também, maninho. — As palavras foram resmungadas, porém sinceras. “Ninguém pode fugir para sempre, porquinho.” A frase sussurrada por uma voz feminina - pela voz dela - ecoou em sua mente. Kill não sabia o que o futuro reservava, mas ele sabia o que o passado continha, e às vezes até mesmo pedras tem que ceder. Respirando fundo, o sonserino umedeceu os lábios. — Ei, eu… eu queria lhe pedir desculpa. — Ele deu de ombros sem saber como se explicar. — Eu-bem, eu não tenho sido o melhor dos irmãos né. — Um sorriso um pouco amargo esticou sua boca de leve. — Desculpa lhe deixar na mão.


Killian | “Thoughts.” |
HoverHovered
| Spells | Henry
WR
Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Henry Jean Davies em 28/8/2019, 23:16

A chance to start over
And rewrite an ending or two;
WORDS: 581 WITH: Killian Galahad Davies
A princípio o mais velho se manteve frio, recuso em deixar o irmão entrar. A resposta sucinta e seca ecoou na mente de Henry e o fez questionar se estava forçando algo, visto que os dois já não eram tão próximos como antes. Talvez tivesse sido um erro sair de Londres para tentar convencer o irmão que já era hora de reagir. Tinha a sensação de estar preso em um daqueles sonhos intermináveis onde você tenta gritar, mas não tem voz. Um nó se formou em sua garganta e sua angústia tomou forma. Queria socar o irmão, segura-lo pelos ombros e sacudir até a cabeça voltar pro lugar. Por algum tempo o mais novo não soube o que dizer, manteve o olhar fixo na imensidão do mar, se esforçando para não falar mais nada "errado" e acabar com a conversa de vez.

O clima para diálogo estava morrendo quando Killian resolveu responder o mais novo. — Eu também, maninho. — Ouvir o irmão resmungar essa frase causou uma drástica mudança do rumo da conversa. Honestamente, aquela foi a melhor coisa que o moreno ouviu em semanas. Sentiu-se abraçado, aquecido e não conteve o riso bobo quando foi empurrado por Killian. Foi como se uma mão invisível atravessasse seu peito e tirasse o peso a amargura que o consumia a tanto tempo por ver e pensar no irmão naquela situação. Era tão bom vê-lo tentando agir normalmente. Correram mais alguns minutos onde a única coisa ouvida eram as ondas, o vento e o canto dos albatrozes afoitos até que o loiro recobrou a fala após um longo suspiro.

Para a grande surpresa de Henry foi um pedido de desculpas. O moreno parou encarando o irmão, com os lábios entreabertos, não sabia o que dizer. Definitivamente ele não estava sendo o melhor dos irmãos, concordava, mas devia deixar isso explícito ou tentar diminuir aquela verdade com um "não precisa se desculpar"? A segunda opção parecia a mais certa a se tomar, visto que o próprio ministerial não estava sendo um bom irmão também. Depois da decisão do mais velho de largar o mundo bruxo Henry procurou manter contato, conversar e insistir no vínculo que tinham, mas com o passar do tempo parou de repetir os mesmos dizeres ao irmão que se recusava a ouvir. Passou a tentar cada vez menos, dar mais tempo, permitiu que Killian o afastasse ao invés de permanecer a seu lado, assim pensava.

— É, você me magoou muito. — Disse fazendo bico, ainda brincando com o mais velho. Seria mais fácil levar a conversa se ela não voltasse para a seriedade a qual havia sido seu ponto de partida. É como dizem, toda brincadeira tem um fundo de verdade e aquela era mais uma que se encaixava nos parâmetros do ditado trouxa. — Eu quem tenho que me desculpar. Devia ter te amarrado em casa quando pude. — Disse, depois de uma risada gostosa. Tinha certeza que o mais velho sabia exatamente o que ele sentia, sempre soube decifrar os sentimentos das pessoas desde muito novo, principalmente de Henry. — Ainda posso tentar, se você me der a chance. — Completou, um pouco mais sério que antes. Esse era o real motivo de sua viagem à Galway, convencer o irmão a voltar para Londres e abraçar o mundo bruxo outra vez. Tentaria de todas as formas possíveis, fosse em tom de brincadeira como agora, fosse em uma conversa séria, só queria ter um resultado positivo. Seu apartamento estava tão vazio desde aquele dia...
Henry Jean Davies
Henry Jean Davies
Chefe de Depart. MM Inglês
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 29/8/2019, 00:07

life's for
the living
Well grey clouds wrapped round the town like elastic Cars stood like toys made of Taiwanese plastic The boy laughed at the spastic dancing around in the rain
Kinvarra, Galway, Ireland06:24pm

Durante alguns segundos, Killian se abraçou internamente para o pior,

ainda que ele não soubesse o que isso realmente significava naquele caso. “Acho que talvez perder-lo de vez.” O loiro não era estúpido, ele amava o irmão - sempre o fez - e o valorizava demais, por ainda tentar, por estar aqui ao seu lado depois de todo aquele drama. Assim que suas palavras atingiram o corvino, a única reação foi o mesmo deixar deselegantemente o maxilar cair, como um peixe que tenta respirar fora d’água. Com um levantar de sobrancelha, ele encarou o parente, ansioso por uma réplica, porém ainda lhe dando o tempo para processá-la.

A espera foi recompensada, entretanto. Inicialmente, o primeiro lugar qual Killian recebeu uma resposta foi internamente. A anterior tensão que agia sobre ser cerne, provinda do acompanhante, sendo trocada por um calor e leveza que instantaneamente fez os cantos de sua boca se dobrarem para cima. — É, você me magoou muito. — As palavras em tom infantil do irmão fizeram com que o sentimento que ele acabara de perceber no moreno, emanasse de si próprio. A brincadeira não deixava de ter um fundo de verdade, porém a forma descontraída com que ela foi feita indicava ao mais velho que o que quer que fosse, eles conseguiriam superar. Juntos.

Uma gargalhada feliz escapou do ministerial, sendo logo acompanhada de novas palavras em tom leve. Um levantar de sobrancelha e um sorriso brincalhão foram a única reação do loiro diante da escolha de palavras do outro. — Ainda posso tentar, se você me der a chance. — O sorriso do sonserino tornou-se momentaneamente debochado, a piada engendrada pela falta de atenção do outro não foi deixada de lado. — Uma nova chance para me amarrar? Maninho, não sabia que você também tinha esses fetiches. — Uma risada leve escapou do mais velho diante de seu próprio comentário infantil.

Verde encontrou castanho quando seus olhares se alinharam após as gargalhadas, um brilho determinado iluminava as esferas marrons. Galds não deixou passar o fundo de seriedade da frase alheia. “Esse é o motivo desse passeio.” Os pensamentos do ex-auror começaram a ficar ruidosos novamente. Não é como se ele não esperasse isso, o irmão sempre tentou fazê-lo voltar, ainda que no final seus pedidos de um tempo para esfriar a cabeça tivessem feito o caçula Davies evitar o assunto.

Porém, esse tempo pedido pelo Kill já quase comemorava seu aniversário de dois anos, e ele ainda continuava em fuga. Ele sabia que era muito tempo afastado, e admitiria que muitas vezes pensou em voltar, era só que…“Você tem que parar de criar desculpas. Tem que voltar a viver.” O pensamento, ecoado em uma voz parecida com a do irmão, veio a mente novamente. Fazia um certo tempo que uma vontade atípica de viver, de aproveitar a vida para ser mais exato, lhe ocorria.

— Eu-eu não sei. Estaria mentindo se não dissesse que quero. Por Mordred, Eu sinto falta de tudo, mesmo das coisas mais estúpidas. — As palavras escapavam honestas dos lábios finos, as pedras kryptonianas por um segundo deslizaram em direção ao mar, porém ele as forçou a encarar o parente. Ele queria que o outro soubesse que ele se importava. — Mas é que… não sei. Voltar agora, depois de tudo, depois de tanto tempo. — Galahad deu de ombros, sem saber como pôr em palavras. Ele nunca foi bom em falar de seus sentimentos, o que era uma piada sem-graça se perguntassem a ele. — Eu nunca fui o mais corajoso, creio eu.


Killian | “Thoughts.” |
HoverHovered
| Spells | Henry
WR
Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Henry Jean Davies em 29/8/2019, 10:52

A chance to start over
And rewrite an ending or two;
WORDS: 464  WITH: Killian Galahad Davies
Aos poucos a conversa se suavizava. Havia se iniciado como algo sério, marcado por expressões duras, rígidas; e agora começava a fazer mais sentido para a relação de amizade que os dois irmãos construíram com o passar dos anos. Ali, rindo juntos, Henry se deu conta de que sentia mais falta do irmão do que queria admitir para si mesmo. Estavam lado a lado, próximos, rindo, e era bom. "A quanto tempo não me sentia assim?" Se perguntava, procurando — sem sucesso — em sua memória algo que lhe lembrasse o sentimento de admiração e amor que cultivava pelo irmão. Fazia tempo que ele não vivenciava algo tão bom, quanta saudade sentia. Talvez não fosse intencional, mas as palavras do mais velho arrancaram outro sorriso frouxo do moreno. — Você ficou fora por quase dois anos, muita coisa muda. — Disse, sorrindo com os olhos.

Procurava não desviar o olhar nem por um segundo como sempre fez quando o assunto era sério. O castanho encontrava o verde dos olhos e o rosado da bochecha do irmão quando o mesmo desviava o olhar para as águas que rugiam a alguns metros de distância. Todo aquele tempo fora, ainda que Henry insistisse em escrever e ligar para a casa dos pais e falar com o irmão às vezes, era verdade que Kill havia perdido os detalhes de muita coisa sua vida. Muitas coisas eram ditas superficialmente e outras sequer foram citadas em suas conversas comprimidas, como a decisão de castrar Diana — a gata — e o término de seu namoro com Ed a oito meses. Henry quase podia sentir o conflito interno do loiro sentado a seu lado, queria voltar, mas acreditava não poder, precisava ser convencido. — Sim! Depois de tanto tempo! — Começou, como se repetir as palavras o outro ajudasse em alguma coisa. — Podemos morar juntos outra vez, tudo pode voltar a ser como era antes.Tudo. Assumiu o risco de usar a palavra, ainda que soubesse que nem tudo seria igual. Uma grande parte, talvez a mais importante para Killian, jamais voltaria. Era impossível.

— Quer dizer, nem tudo. Acho que a Diana vai demorar a te perdoar. — Apressou-se, meio sem graça, na tentativa de corrigir sua mancada. Estava claro que o outro ainda não estava completamente curado em relação à situação com a ex-noiva que foi tragicamente morta. Jean não se lembrava exatamente a causa, leu no Profeta Diário quando a notícia foi publicada anos atrás. Uma missão fracassada, talvez? Muito provavelmente, sendo que ambos eram aurores na época. E esse era outro ponto que o moreno queria tratar com o irmão, caso precisasse insistir muito: seu currículo. Era desnecessário criar desculpas acerca de não conseguir se ambientar, ou arrumar emprego depois de dois anos fora. Um ex-auror conseguiria vaga em praticamente qualquer área que quisesse.
Henry Jean Davies
Henry Jean Davies
Chefe de Depart. MM Inglês
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 29/8/2019, 13:49

life's for
the living
Well grey clouds wrapped round the town like elastic Cars stood like toys made of Taiwanese plastic The boy laughed at the spastic dancing around in the rain
Kinvarra, Galway, Ireland06:30pm

Se perguntado naquele momento como se sentia,

Killian não teria muito problema em se comparar a uma criança. Um sorriso leve incessantemente repuxava os cantos de sua boca, se negando a todo custo permiti-lo voltar a esboçar suas máscaras de neutralidade adquiridas ao longo da vida. “Mordred, como senti falta disso.” No tempo após sua fuga ele ficou amigo de alguns poucos trouxas, e claro, tinha seus pais sempre por perto. Porém em nenhum momento nos dois últimos anos ele se sentiu tão feliz como os poucos minutos de conversa com seu irmão. A cada nova palavra do Henry ele se sentia mais vivo, o sentimento pulsante e morno que ele sabia ecoar de ambos, ressoava em seu cerne na mesma frequência, como se eles fossem um. Tal conexão sempre o fez se sentir extremamente acolhido.

Ainda sorrindo, o loiro ouviu a proposta do corvino com um certo receio. Como o mesmo apontara, muita coisa mudou, eles mudaram, não é como se as coisas pudessem ser exatamente igual. “Algumas coisas não voltam.” O pensamento passou como uma nuvem escura por sua mente, um pensamento com um rosto feminino bem delineado. Galahad lembrou da época em que os dois dividiam o apartamento, uma era mais simples e feliz. Um suspiro escapou de si, por mais que ele sentisse carinho por tais lembranças, o sonserino sabia que não se é possível revivê-las. Mas talvez esse fosse o ponto.

Levando a mão até o ombro do irmão, Kill apertou de leve o músculo com o intento de tranquiliza-lo - assegurar a ambos. — Não podemos voltar para o passado, maninho, não importa quão bom era, só podemos tentar melhorar o futuro. — A frase possivelmente lida em algum lugar, soava clichê, no entanto era o que o mantinha em frente nos últimos tempos. Ele havia vivido muitas coisas boas, e algumas ruins, porém isso era passado e não adiantava remoer-lo, a única coisa que ele poderia fazer era seguir em frente, não importando o quanto isso ainda doesse.

Um sorriso triste sombreou seus lábios, alguns assuntos ainda eram delicados para os irmãos Davies, e por mais que o mais velho quisesse mudar essa situação, ele não sabia como. Entretanto, uma gargalhada não tardou a escapar ao ouvir o parente citar a felina. — Creio que tenho que tentar minha sorte com ela então. — Ele falou, tentando relembrar os pontos que a bichana gostava de ser acariciada. Mesmo sendo algo que o loiro queria, ainda era estranho pensar em voltar. Porém, depois de tanto tempo, talvez ele estivesse pronto. A bem da verdade era difícil dizer, mas só tinha uma forma de descobrir.


Killian | “Thoughts.” |
HoverHovered
| Spells | Henry
WR
Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Henry Jean Davies em 29/8/2019, 14:17

A chance to start over
And rewrite an ending or two;
WORDS: 440  WITH: Killian Galahad Davies
Devia ter esperado mais um pouco antes de tocar no assunto principal da conversa? Talvez. Por um longo momento Killian permaneceu calado, aparentemente sendo bombardeado por pensamentos após ter ouvido que tudo voltaria a ser como era antes. Algumas coisas não podiam ser mudadas nem mesmo com magia e a morte era uma delas. Isolde, sua ex-noiva, pertencia passado e devia permanecer em seu lugar, não havia correções para o que lhe aconteceu. Honestamente, Henry gostaria de poder voltar ao passado e evitar a morte daquela mulher se isso fizesse o loiro se sentir melhor, ainda que tudo indicava que a este ponto os dois estariam casados e ele perderia seu irmão mais velho de qualquer jeito. Pelo menos estaria feliz, vivendo.

Sentir a mão de seu irmão em seu ombro o aqueceu por dentro e o corvino respirou aliviado, como se um peso fosse tirado de seu peito. Já não se importava mais com a pedra fria a qual estava sentado ou o vento que bagunçava seus cabelos à beira-mar, apenas sorria contente com o rumo que a conversa estava tomando. Ao que tudo indicava, ao fim do dia Killian estaria convencido a voltar para a capital, Londres, e retomaria sua vida como um bruxo, mesmo que preferisse voltar devagar. Ser atacado com outra frase pronta não abalou o humor do moreno, talvez fosse um mecanismo de defesa que o outro usava para se fechar aos demais; Henry só precisava encontrar uma rachadura no muro que o irmão tentava erguer entre os dois, para assim derruba-lo.

Não demorou muito, Diana se mostrou ser a fissura que ele procurava e ao tocar no nome da gata viu Galds demolir tijolo por tijolo. Os dois amavam aquela bola de pelos, era como uma filha, lembrava do dia em que acolheram-na juntos. — Uma boa ideia seria você levar uns petiscos pra ela. — Voltou a olhar para o mar. — E não fazer movimentos bruscos. — Completou, sorrindo. Henry demorou a perceber que a frase dita pelo irmão indicava que ele estava cogitando sua volta, de fato. Quando percebeu, foi como um estalo, virou-se para o mais velho bruscamente, chegando até a escorregar um pouco na pedra meio úmida a qual estavam sentados. — Espera... Isso quer dizer que você vai voltar comigo? — O sorriso largo mostrava que mal conseguia controlar a euforia em pensar que sua tentativa estava dando certo. O plano estava se saindo melhor do que jamais imaginou. Gostaria muito que o irmão concordasse em voltar, mas estava tão acostumado a receber nãos que a possibilidade de um sim lhe deixava em um estado de animação fora do comum.

Henry Jean Davies
Henry Jean Davies
Chefe de Depart. MM Inglês
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Killian Galahad Davies em 29/8/2019, 14:41

life's for
the living
Well grey clouds wrapped round the town like elastic Cars stood like toys made of Taiwanese plastic The boy laughed at the spastic dancing around in the rain
Kinvarra, Galway, Ireland06:36pm

Com um singelo sorriso no rosto,

as palavras do irmão voaram pela noite que caía até seus tímpanos. “Aposto que a branquinha adoraria isso.” O pensamento brincalhão ecoou por sua mente, diante da felina ter se transformado o centro das atenções momentaneamente. Lembranças dos tempos passados dividindo a casa com o Henry voltavam com rapidez, e a oportunidade de poder vivenciar isso novamente, o deixava mais animado que ficara em tempos. Finalmente o loiro percebia, ele estava indo de volta ao lar. Um movimento brusco do irmão chamou sua atenção, por reflexo o sonserino firmou o aperto no ombro do mesmo e levou a outra mão a agarrar um dos braços do parente.

Com as sobrancelhas elevadas alta em sua testa, Galds lançou um olhar preocupado e confuso para o moreno, um pergunta silenciosa nas esferas verdes. Tal pergunta foi logo respondida por outra pergunta. — Espera… Isso quer dizer que você vai voltar comigo? — As palavras foram acompanhadas de uma explosão de sentimentos da parte do Jean, todos ardendo sua significância no peito do Kill. Rapidamente fechando sua mente e se focando nas ondas da praia próxima, o mais velho se forçou a assumir uma máscara mais apática, quase fria. — Hum, a bem da verdade não sei. Eu tinha pensado em levá-la comigo. — A frase fazia referência a Diana, visto que fora a mesma que deu a entender que o Galahad voltaria. — Estava pensando em ir morar sozinho sabe, achei um apartamento na Letônia muito bonito.  Mudar um pouco os ares, sabe?

Ao lançar seu olhar na direção do corvino, entretanto, Killian não conseguiu mais manter a fachada. Uma gargalhada jovial escapou por sua garganta, quando ele puxou o irmão para um abraço lateral, o braço direito aplicando uma forma de chave de braço no momento que o esquerdo se elevava para bagunçar os fios escuros do ministerial. — Óbvio que eu adoraria voltar, seu bobo. — O loiro sabia que devia estar reencenando o papel de uma criança de nove anos, porém poderia se dizer que a felicidade em suas veias o deixava mais pateta, mais infantil. “Mais vivo.”


Killian | “Thoughts.” |
HoverHovered
| Spells | Henry
WR
Killian Galahad Davies
Killian Galahad Davies
Hospital Saint Beatrix
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Henry Jean Davies em 29/8/2019, 14:47

A chance to start over
And rewrite an ending or two;
WORDS: 368  WITH: Killian Galahad Davies
Por um momento Killian tomou a velha e conhecida máscara de frieza no rosto como sempre fazia quando tentava se fechar aos sentimentos alheios de modo a não capta-los, sendo sensitivo. Letônia? Levar Diana com ele? Jamais. Galds parecia estar falando sério, mas conhecia bem o irmão que tinha e sabia que ele não abriria mão da bichana, mesmo que fosse pra passar alguns poucos dias com outra pessoa. Henry não conseguiu conter a indignação e incredulidade quando ouviu o irmão falar sobre morar sozinho, mas sua expressão se suavizou e deu espaço a um largo sorriso quando o loiro o envolveu em um abraço torto. Estava tão satisfeito com o desfecho da conversa que sequer se preocupava com o vento ou o irmão bagunçando seus cabelos. — Seu quarto ainda está do mesmo jeito que você deixou, tem tanta coisa pra arrumar... — Sorriu pensativo, o braço esquerdo apertando as costas do irmão. Enfim, depois de tanto tempo, ele finalmente decidiu reaver seu lugar no mundo mágico.

Os dois continuaram ali colocando o papo em dia por mais alguns minutos até que o sol morno desapareceu sob a linha do horizonte, dando espaço às primeiras luzes fracas e brilhantes no céu. A este ponto os albatrozes já não eram mais vistos na praia ou próximos dali e o clima ainda mais frio estabeleceu-se. A brisa gélida que antes era até agradável começou a incomodar Jean, apesar do casaco pesado e ele se levantou bruscamente. — Acho que podemos voltar pra casa, o pai e a mãe devem estar esperando a gente pro jantar. — Ajudou o irmão levantar-se da pedra e rumaram de volta para a casa. Henry decidiu passar o fim de semana em Galway. Mataria a saudade que sentia dos pais e daria tempo para Killian arrumar as malas e se despedir de quem quer que achasse necessário, ele devia ter feito alguns amigos pela cidade durante a estadia. Talvez fosse até uma oportunidade para o irmão lhe mostrar como era sua rotina, apresentar-lhe algumas pessoas, sair para visitar os lugares que costumava visitar. O moreno queria entender o que era tão bom sobre a vida sem magia porque ele não conseguia se imaginar sem.
Henry Jean Davies
Henry Jean Davies
Chefe de Depart. MM Inglês
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por The Turns Time em 29/8/2019, 16:43

RP finalizada.
robb stark
The Turns Time
The Turns Time
Administrador
Mensagens :
435

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living Empty Re: [RP FECHADA — Henry e Killian] Life's For The Living

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum